Crie sua conta agora mesmo

e comece a administrar  sua empresa

com o MarketUP.

Dia do Meio Ambiente - varejo sustentável

Varejo sustentável: Dicas para o Dia do Meio Ambiente

Nos últimos anos, tem havido uma ênfase crescente nas empresas que adotam ações e práticas para proteger o meio ambiente. Com isso, surgem novos métodos e tecnologias que ajudam a reduzir o impacto ambiental de uma empresa.

 

O conceito de varejo sustentável tem muitos pontos que podem te dar uma vantagem. Além disso, o Dia do Meio Ambiente é comemorado anualmente em 5 de Junho e é uma ótima oportunidade para promover atividades de proteção e preservação do meio ambiente.

 

De um modo geral, o termo “sustentabilidade” refere-se à capacidade de um sistema de se manter. Isso pode ser aplicado em escalas micro e macro. Um negócio pode ser sustentável do ponto de vista financeiro, mas executa comportamentos que prejudicam o ecossistema e se tornam insustentáveis ​​desse ponto de vista.

 

No entanto, a palavra “sustentável” é comumente usada como algo que é ecologicamente correto. Além de ser uma forma de contribuir para isso, o varejo sustentável traz diversos benefícios para você como empreendedor, principalmente em termos de redução de custos. Por isso é importante investir nesse encaixe na empresa.

 

Pensando nisso, o Canal PME explicou porque a sustentabilidade no varejo é tão importante e qual a questão estratégica desse modelo. Além disso, mostramos dicas práticas para tornar o seu varejo sustentável e como contar com boas ferramentas. Confira!

 

  • Por que a sustentabilidade no varejo é tão importante?
  • Sustentabilidade no varejo: questão estratégica
  • Dicas práticas para tornar o seu varejo sustentável
  • Como contar com boas ferramentas para um varejo sustentável

 

Vamos começar! 

 

Por que a sustentabilidade no varejo é tão importante?

 

A sustentabilidade é um tema cada vez mais importante, não só para o varejo, mas para a sociedade como um todo. Enquanto a maioria das tendências do varejo está relacionada ao curto prazo e ao uso de tecnologia, o respeito ao meio ambiente e hábitos de gastos menos agressivos estão cada vez mais no centro das estratégias de negócios.

 

Isso não se deve apenas ao aquecimento global e à poluição ambiental, os problemas ecológicos estão se tornando cada vez mais sérios. A nova geração está mais consciente do impacto do comportamento humano e está pedindo às marcas que sigam suas preocupações.

 

Quer ter total controle sobre os seus produtos estocados? Conheça o sistema MarketUP.

 

De acordo com uma pesquisa de 2018 da plataforma de dados Euclid, 52% dos millennials e 48% da geração X querem que as marcas que amam tenham valores alinhados a eles. Entre os baby boomers, foi de apenas 35%.

 

Desta forma, a sustentabilidade no retalho não é apenas uma forma de proteger o ambiente: é também uma possibilidade de atrair clientes mais jovens, aumentar a fidelização a longo prazo e criar mais valor.

 

Segundo a Accenture, mais da metade dos consumidores estão dispostos a pagar mais por produtos sustentáveis ​​que podem ser reutilizados ou reciclados, e 83% dos consumidores acreditam que é extremamente importante que as empresas desenvolvam produtos sustentáveis.

 

Sustentabilidade no varejo: questão estratégica

 

Olhando para o futuro, o caminho parece claro: a sustentabilidade no varejo é uma questão estratégica para empresas que desejam longevidade. Os varejistas que buscam melhorar sua pegada ambiental, reputação e competitividade devem estar cientes de algumas coisas. Explicaremos cada um deles a seguir.

 

Dicas práticas para tornar o seu varejo sustentável

 

Como aplicar a sustentabilidade no varejo? É normal ter dúvidas na hora de colocar uma ideia em prática, por isso preparamos 7 dicas úteis. Vamos lá?

 

Substitua as sacolas plásticas

 

As sacolas plásticas são polêmicas: a dificuldade de quebrar e a grande quantidade de resíduos que produzem as tornam ruins para o meio ambiente. Por isso, vale a pena investir em alternativas como sacolas de papel ou caixas de papelão para os clientes que compram nos supermercados.

 

Existem outras opções, como sacolas reutilizáveis ​​ou sacolas desenvolvidas pensando no meio ambiente. Plásticos verdes, bioplásticos e materiais reciclados são alternativas que ajudam a manter o varejo sustentável.

 

Nesse caso, vale fazer uma campanha de conscientização para que clientes e colaboradores entendam a importância dessa prática. Afinal, é preciso estimular a participação de todos para alcançar a sustentabilidade ambiental.

 

Troque as embalagens de isopor

 

Você sabia que o tempo de decomposição do isopor não é fixo? Até mesmo alguns fabricantes relatam que ele não se decompõe no meio ambiente. Portanto, ele pode ser o grande vilão da natureza.

 

Claro, em alguns casos, esse material deve ser usado. No entanto, vale sempre avaliar se não pode ser substituído por outros produtos como embalagens de papel ou papelão, plásticos biodegradáveis, etc.

 

Aliás, quando se trata de embalagens, vale pesquisar opções no mercado para encontrar alternativas biodegradáveis. Portanto, mesmo que o material não tenha a destinação correta após o uso, haverá menos impacto ao meio ambiente.

 

Como contar com boas ferramentas para um varejo sustentável

Use tags eletrônicas

 

A correta divulgação de preços é obrigação da empresa cumprir o CDC (Lei de Defesa do Consumidor) e não tem problemas com fiscalizações ou ações judiciais. Aqui, é mais comum usar etiquetas impressas e substituí-las quando o valor muda, utilizando maiores volumes de papel e outros materiais.

 

Mas você sabia que existem etiquetas eletrônicas mais sustentáveis ​​e gerenciáveis? Eles mostram o preço do produto na prateleira e estão vinculados ao sistema. Assim, quando o valor é atualizado, ele muda automaticamente no rótulo. Além de ajudar a manter o varejo sustentável, há menos risco de problemas de discrepância de valor exibidos nas prateleiras e no caixa.

 

Tenha práticas para prevenção de perdas

 

Perda de produto significa prejuízo para a empresa, mas também prejudica o meio ambiente, afinal, há um desperdício de recursos naturais. Portanto, é necessário ter boas práticas para evitar essas situações.

 

Por exemplo: fatores como armazenamento adequado, métodos de manuseio, controle de estoque e datas de validade. Por exemplo, no mercado, frutas e hortaliças são produtos delicados, e problemas durante o transporte, armazenamento e exposição podem danificá-los e dificultar sua venda.

 

Forneça centros de reciclagem

 

Um dos fatores que causam poluição e problemas ambientais é o descarte incorreto dos produtos. Existem alguns itens que requerem cuidados especiais após o uso, como as baterias.

 

Nesse caso, sua instituição pode oferecer locais de descarte específicos que dão aos clientes a opção de retirar itens já usados ​​e garantir a destinação correta. Os produtos desses resíduos comuns podem causar danos porque contêm metais pesados ​​que podem contaminar a terra e as águas subterrâneas.

 

Outros itens especiais que podem ter um centro de coleta e reciclagem, dependendo do tipo de produto vendido, são: óleo de cozinha, lâmpadas fluorescentes, aparelhos eletrônicos (celulares, notebooks, etc.), termômetros e medicamentos.

 

Separe e descarte o lixo corretamente

 

A separação dos resíduos gerados auxilia na valorização dos resíduos na destinação correta. Para isso, vale a pena participar da coleta seletiva se a cidade oferecer, ou buscar cooperativas e outras empresas que trabalham com a prática. Isso facilitará a reutilização de materiais e reduzirá o impacto ambiental dos resíduos.

 

Tenha uma visão ampla da localização das mercadorias dentro do seu estoque e identifique com precisão onde cada um deles está armazenado. Saiba mais.

 

Aqui, também vale a pena distribuir lixeiras em todo o estabelecimento para separar os resíduos orgânicos dos recicláveis ​​– inclusive para uso do cliente. Se for viável, vale investir em maior separação, utilizando lixeiras especializadas para metal, papel, plástico, vidro, etc.

 

Utilize encartes virtuais

 

O volume de trabalhos produzidos em eventos e divulgações costuma ser grande. Encartes com ofertas são comuns em supermercados e utilizam muito material. Sabemos que os eventos não podem parar, eles têm que chegar aos clientes, então como potencializar as mídias digitais?

 

Você pode usar as mídias sociais para promover ofertas e garantir que os clientes tenham acesso a elas. Também pode ser enviado por WhatsApp, e-mail, SMS e outros canais de contato disponibilizados pelos consumidores. Se você tem um site, que tal uma aba específica para anunciar todas as promoções?

 

Todas as medidas garantem que os clientes interessados ​​tenham acesso aos eventos e preços da sua empresa. Inclusive aumentam o escopo de divulgação, trazendo mais benefícios. Tenha em mente que muitos consumidores realizam pesquisas na internet para ajudar na tomada de decisão de compra, por isso vale a pena investir nesses canais.

 

Como contar com boas ferramentas para um varejo sustentável

 

Para ajudar a implementar o varejo sustentável, você precisa de boas ferramentas. Aqui, a dica é ter um ERP que ajude a gerenciar e controlar o estoque, o que ajudará a dominar as medidas com foco na sustentabilidade. Além disso, vale lembrar que, com o apoio da tecnologia, é possível otimizar a gestão dos negócios e melhorar os resultados obtidos.

 

Com uma plataforma ERP, todos os seus processos de negócios podem ser otimizados e automatizados, economizando tempo e minimizando erros.

 

Além disso, é uma forma de tornar a gestão do seu negócio mais sustentável: todos os dados sobre vendas, clientes, estoque e finanças ficam armazenados na nuvem, eliminando a necessidade de armazenar informações em um local físico e evitando desperdício de papel.

 

Ter um sistema de gestão empresarial completo, acessível e intuitivo é um dos maiores aliados do seu negócio. Se você ainda não estiver usando o software de gerenciamento online, o MarketUP pode ajudar.

 

Nosso sistema ERP possui uma gama de funcionalidades e funções para todas as áreas de sua empresa, incluindo vendas.

 

O MarketUP traz maior facilidade e agilidade para seus negócios e clientes, não apenas em aniversários, mas em qualquer época do ano, pois melhora a qualidade do serviço, fideliza o cliente e aumenta seu potencial de vendas.

 

Conclusão

 

Neste artigo, explicamos porque a sustentabilidade no varejo é tão importante e qual a questão estratégica desse modelo. Além disso, mostramos dicas práticas para tornar o seu varejo sustentável e como contar com boas ferramentas. 

 

O melhor de integrar a sustentabilidade ao varejo é que isso torna seu negócio parte da solução. Esta é uma importante proposta de valor para um número crescente de consumidores. É bom para o planeta, sua marca e seus clientes.

 

Se quiser mais dicas sobre documentos fiscais, confira estes outros artigos:

 

 

Gostou do conteúdo? Fique de olho no Canal PME para entender mais sobre todos os principais temas do mercado e conhecer em primeira mão as novidades da MarketUP

 

Aproveite também para seguir a MarketUP nas redes sociais agora.

 

Compartilhe!